segunda-feira, 3 de agosto de 2009




Sou mulher...

Preciso de amor

Não machuque meu corpo

Não desfolhe meus sentidos

Não dilacere meu coração

Não despedace meu ser

Não violente a sereia,

Que sonha, que deseja,

que ama, Que reparte,

que se dá por inteira

Trocando insultos Por migalhas de amor...

Não maltrate, não machuque,

esquartejando meu espírito magoado,

Capenga, esfacelado, maltrapilho,

Que perde o equilíbrio mental

Fantasiando o real num pranto doído...

Sou mulher...

Só preciso de amor.

muito amor!...

Para erguer a cabeça

Sonhar com muitos verões

Para formar cidadãos

Para construir o amanhã...

Preciso de cabeça, corpo e membros

Preciso do meu espírito altaneiro,

Pois de mim depende o amor

e faz a paz brotar

No imenso jardim florido

Da harmonia universal...

Sou mulher...

Construo esse imenso mundo!

Sou responsável por mim

Sou responsável por você

responsável pelo elo da união

Que faz progredir uma nação.

Assim, denuncio o dêsAMOR

Para provar meu amor!



de Jânia Souza

PODER DA ORAÇÃO

Loading...